Procura aí

segunda-feira, janeiro 19, 2009

NerdCritica - O Curioso Caso de Benjamin Button


Agora vou falar de um outro filme que fui assistir dia 16 de Janeiro com o Anônimo Gustavo e Lena. O título do filme é "O Curioso Caso de Benjamin Button", dirigido por David Fincher.

O Curioso Caso de Benjamin Button (The Curious Case of Benjamin Button, 2008) trata de uma fábula sobre um sujeito "nascido em circunstâncias incomuns". Benjamin nasce velho, às portas da morte e doente. Porém, ao invés de morrer como um idoso, a cada minuto ele rejuvenesce. Assim surge uma inversão do ciclo da vida.
No início o filme é assustador pelos efeitos e pela maquiagem. É incrível ver a cena onde o bebê/velho é abandonado na escada de um asilo, com o rosto enrugado de Brad Pitt. Leva algum tempo para que essa sensação estranha acabe. O ritmo pacato do início do filme é focado principalmente nisso. O longa demonstra cada evolução [ou involução] de Benjamin tornando-se capaz de sentar, a balbuciar as primeiras palavras, levantar com a ajuda de muletas, etc. Assim o espectador acostuma-se com o corpo de Pitt criado através de computação gráfica e seu rosto com uma das melhores maquiagens já vistas. No momento em que Benjamin está pronto para explorar o mundo fora do asilo [através de atividades como visitar bordeis] ficamos prontos também para seguir adiante.
A partir daí o filme pode assumir muitos títulos diferentes, como "O Fascinante Caso...", ou "O Poético Caso...", e até mesmo "O Diário de..." pois, a inversão deste crescimento humano começa a explorar vários aspectos de uma vida normal, como a morte, a passagem do tempo sobre o protagonista e os coadjuvantes, e o amor. Para que o espectador conseguisse ter uma noção de quanto tempo tem passado durante o longa, é montado um espetácular jogo de eventos históricos vividos pelo protagonista [Inclusive uma televisão tocando Twist And Shout dos Beatles \o/ (Eu e minha amiga Lena cantando no cinema foi o mais engraçado hehehe!!! )].


O magnífico roteiro é de Eric Roth (Forrest Gump) e divide delicadamente a trama entre drama, humor [Como o cara que foi atingindo por um raio sete vezes...] e aventura, buscando emoções e cenários existentes porém distintos, desde a Segunda Guerra Mundial até Nova Orleans um pouco antes do furacão Katrina.

Benjamin "cresceu" ao lado da menina Daisy, que ele encontra nas férias quando ela visita a avó no asilo. A diferença de idade aparente os afasta. Até que eles se encontram anos depois, ela 20 anos mais velha, ele 20 anos mais moço. Aliás, a cena em que Daisy (Cate Blanchett), já adulta, está ao pé da escada e reconhece o amigo, é uma das mais emocionantes do filme. O casal protagonista está perfeito. Os encontros e desencontros deles com as diferenças de idades são os melhores momentos do filme.
Como eu gosto muito de fotografia, não posso deixar de comentar também a excelente direção de fotografia de Claudio Miranda. A trilha sonora do filme também é perfeita. David Fincher (diretor) soube como nunca aproveitar talentos diversos para realizar sua obra.
E afinal, vocês sabiam que eu fui atingido por um raio sete vezes?

[Obs: Se você quer prestar atenção no filme nunca vá ao cinema com o Anônimo Gustavo... Assim quem sabe vocês ouvem as falas? hehehhee]
________________________________________________________

Nerd-NOTA: 10
________________________________________________________
Entrem na nossa comunidade do Orkut ^^ Cliquem Aqui!

11 Comentários:

Arleisson Azevedo disse...

Pow, só porque o Anonimo Gustavo gosta de comentar durante o filme, iuiaushsauihsaiusahiaush.

Luiz Almeida disse...

deve ser foda ir ao cinema assistir um filme com alguém falando, parece até cmg hiudhuashaiusa

vou procurar ver esse, deu até vontade de jogar gun agora
filmehttp://casosdeformiga.blogspot.com/

Avenida Paranjana disse...

valeu a dica

Pamela disse...

Eu to loca pra olhar esse filme, gostei do seu resumo.

Livia Queiroz disse...

Ainda não assiti esse filme, mas to louca pra ir ver... deve ser mto bacana!

lorena n disse...

deve ser ótimo esse filme, bem criativo e diferente acho.

Anônimo Gustavo disse...

euehauehauhaeu q nada, eu falo um pouco, mas ñ é oq o nerdman falou... mas realmente o filme tem momentos q vc se sente mto o drama dos personagens, mesmo assim, i melhor q eu vi esse ano(sendo que só vi bolt...)

NerdMan disse...

Hey Anônimo, Bolt também parece ser bom xD escreve uma crítica dele hehehheeh

Anônimo Gustavo disse...

nem pensar, animação é sempre repetitivo =P

Carol S. disse...

Ah, legal.. não estava botando muita fé no filme não, mas agora acho que vou ver (Y)

Tiago Cervo disse...

To afim de ver esse filme, vou ver se passo no cinema e vejo.

Grande abraço

http://www.ccdodia.blogspot.com/

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO